O uso dos brinquedos educativos por profissionais da educação física

Toda vez que se fala em Educação Física, principalmente se tratando de Educação Física Escolar, a primeira coisa que vem na mente é: esportes, bola, quadras, brincadeiras ao ar livre, corridas e um professor com agasalho e apito no pescoço. Pois bem, toda essa relação está correta, mas, as atribuições desse profissional na vida escolar de nossos filhos, vai muito além de atividade física. O professor de Educação Física é responsável também por todo desenvolvimento das capacidades motoras, cognitivas, psicológicas, sociais e emocionais das crianças.

A motivação é uma função importante do educador físico, ele precisa estimular e motivar as crianças.

A motivação é uma função importante do educador físico, ele precisa estimular e motivar as crianças.

Muito associada ao “brincar”, as aulas de educação física são o perfeito exemplo do aprendizado lúdico. É através dos jogos e brincadeiras que os professores estimulam e incentivam o aprendizado e desenvolvimento de acordo com a faixa etária e maturidade da criança.

Com tanta tecnologia, é mais do que necessário a inclusão de atividades físicas no cotidiano das crianças. O professor de educação física pode ser um grande aliado por fazer essa conexão de forma consciente e efetiva. Hoje é possível enriquecer as aulas e a qualidade do ensino com o uso e brinquedos educativos. Eles são versáteis, seguros, estimulam os sentidos e habilidades, melhoram a sociabilidade, comunicação e interação com outras crianças e até mesmo com os adultos, se tornando excelentes aliados, tanto com o professor na escola, como em casa com a família. 

Brincar é fundamental para o desenvolvimento de nossos futuros adultos e são nos momentos de entretenimento que as crianças ficam mais propensas ao aprendizado, como por exemplo, contar, somar, dividir e subtrair utilizando de formas geométricas, imagens ilustradas de animais, frutas e objetos.

É muito importante o auxílio dos pais nas primeiras brincadeiras dos filhos. Os pais sempre serão os primeiros professores.

É muito importante o auxílio dos pais nas primeiras brincadeiras dos filhos. Os pais sempre serão os primeiros professores.

Estimular e treinar a coordenação motora e o movimento, é uma das bases fundamentais para a elaboração da aula de educação física, porém, não se deve ficar restrito a isso. Coordenação motora fina, desenvolver o raciocínio lógico, trabalhar as emoções e até mesmo meditar podem e devem fazer parte do programa de aulas estabelecido pela escola e/ou professor.

O basquete é um belo exemplo de desenvolvimento infantil. A criança aprende noções de espaço, coordenação motora e raciocínio lógico. Além de exercitar o corpo.

O basquete é um belo exemplo de desenvolvimento infantil. A criança aprende noções de espaço, coordenação motora e raciocínio lógico. Além de exercitar o corpo.

Na sala de aula o professor pode sugerir jogos educativos e brincadeiras que desenvolvam atenção e concentração, além também de trabalhar a coordenação fina e acuidade visual, com o uso de Quebra-Cabeças. Existem de madeira, silábicos, geográficos, figuras, 3D, enfim, é possível criar uma aula divertida e interessante para as crianças, desenvolvendo diversas habilidades e capacidades de maneira bem simples.

Os brinquedos educativos são elaborados para serem manipulados pelas crianças de forma a aprenderem conteúdo desenvolvendo seus sentidos e suas percepção da realidade. Na educação infantil até 6 anos, podemos fazer uso dos brinquedos de madeira, martelinhos, mordedores para os menores, brinquedos de madeira com formas e cores, mesinhas de atividade, instrumentos musicais, livros, jogos de regras de matemática, corda para os maiores entre outros. O professor trabalha com esses materiais de acordo com a faixa etária dos alunos.

O professor de educação física também pode trabalhar em parceria com outros professores de outras áreas da educação, como por exemplo, as crianças que estão na fase de alfabetização. Incentivando a leitura e o conhecimento das palavras, através do teatro, interpretando um livro ou criando uma história com as palavras aprendidas, imitando ou formando as letras com o próprio corpo ou com a interação dos colegas. Essas atividades desenvolvem a consciência corporal, associação, interação, flexibilidade, equilíbrio, comunicação e estimulam a imaginação e criatividade.

O professor de educação física pode ocupar sua aula indo além dos exercícios físicos, apresentando brinquedos que estimulam e desenvolvem a educação das crianças.

O professor de educação física pode ocupar sua aula indo além dos exercícios físicos, apresentando brinquedos que estimulam e desenvolvem a educação das crianças.

O leque de possibilidades de trabalho do profissional de educação física é muito amplo e variado e com o uso e auxílio de ferramentas certas o resultado dos trabalhos desenvolvidos são cada vez mais significativos e eficazes.  Trazer o aluno das aulas movimentadas para uma pausa, um respiro como sentar, relaxar, abraçar uma pelúcia, ouvir uma música ou uma história também estimulam a propriocepção e desenvolvem as emoções das crianças.

Existe uma infinidade de brinquedos educativos que podem auxiliar o profissional de educação física em cada fase de aprendizado das crianças. Claro, que as atividades ao ar livre, os esportes, a corrida são e continuarão sendo parte importante das aulas e do desenvolvimento das crianças, mas agregar novos recursos também é importante para que se tenha qualidade no ensino. Os brinquedos educativos são ótimos aliados nas aulas, nas escolas e em casa.

Compartilhe com seus amigos essas curiosidades e não se esqueça de deixar um comentário aqui embaixo.

Veja também

Comentários
Compartilhe:
error