Saiba como a música alta em seu carro pode prejudicar sua saúde

Você já parou para pensar que a música alta que sai de caixas de som para carro pode prejudicar a sua saúde? Muitas pessoas possuem o hábito de ouvirem música em alto volume, principalmente em carros, porém não sabem dos diversos problemas que isso pode gerar. 

Sons presentes no dia a dia, como de avenidas e construções, já causam efeitos em nosso bem estar e saúde, causando irritação e dores de cabeça, por exemplo. 

Mas quando falamos em música alta, o que era para ser algo agradável, pode acarretar danos irreversíveis à audição. Isso acontece porque alto volume em ambiente fechado fica concentrado e não se propaga. O resultado disso pode ser até da perda da audição, com o tempo. 

Se você quer saber mais como o som alto em carros pode prejudicar a sua saúde e como se proteger para preservar a sua audição, confira o restante do post! 

Porque o som alto em carro prejudica a saúde

Quanto mais repetimos o hábito de ouvir música alta, maiores são os riscos que corremos. Pode parecer exagero para algumas pessoas, mas até mesmo quem vive com fones de ouvidos podem sofrer com diversos problemas no decorrer do tempo. 

A perda da audição, nesses casos, não é algo que acontece de uma hora para outra. Ela é cumulativa e os efeitos são sentidos com o passar dos anos. Pesquisas já apontaram que ouvir som alto todos os dias, durante cinco anos, apenas durante uma hora, já podem causar uma leve perda auditiva. 

E isso acontece porque sons acima de acima de 85 decibéis podem causar a morte de células no ouvido, além de danos aos nervos na parte interna da orelha. E uma vez perdida por causa da morte das células auditivas, seja devido a fortes ruídos ou por causa do envelhecimento natural, a audição não é recuperada. 

Quando falamos em fones de ouvidos, o som vai diretamente para os tímpanos, sendo muito prejudicial à saúde. Já em um carro, o som sofre interferência da estrutura interna, como janelas e bancos, até chegar ao tímpano, fazendo menos pressão sonora. No entanto, também pode causar danos irreversíveis no futuro. 

O envelhecimento do corpo costuma ser associado à estética, ao que vemos, mas assim como todo o corpo, nosso ouvido também envelhece e as células auditivas começam a morrer naturalmente a partir dos 50 anos. Porém, esse envelhecimento natural não causa a perda total da audição, a não ser que seja provocado por doenças. 

Confira a seguir quais são os principais problemas causados por ruídos: 

 

  • Perda de audição

 

Um dos primeiros sintomas que indica problemas auditivos é o zumbido. Além de ser um sinal de possível perda de audição, esse sintoma provoca diversos outros problemas, como ansiedade, insônia, depressão, cansaço e baixo rendimento escolar ou no trabalho. 

 

  • Doenças cardiovasculares

 

Doenças cardiovasculares são as que mais estão relacionadas à alta exposição de som alto e poluição sonora. Isso acontece porque sons altos desencadeiam stress, provocando a liberação de hormônios que provocam complicações na saúde, como a hipertensão, além de ataques e paradas cardíacas. 

 

  • Hipertensão

 

Altos ruídos podem aumentar a pressão arterial. Mesmo quando estamos dormindo podemos ser afetados com esse mal, graças a barulhos que vem da rua, como buzinas e motores de veículos, além de barulho de aeronaves. 

Como evitar os problemas causados por música alta em carros

Vale lembrar que além de causar sérios problemas para a saúde, música alta em carros também é uma infração, segundo o Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O som também atrapalha outros motoristas e pedestres e ainda causa perturbação em empresas, hospitais e escolas. 

Pessoas que estão acostumadas a serem expostas a barulhos altos, não percebem o mal que estão fazendo a saúde, mas os primeiros sinais não demoram a surgir e esse mal precisa ser combatido, não somente dentro de carros, mas em nosso dia a dia como no trabalho, na escola e até mesmo em momentos de lazer.  

A dica principal para se evitar esses problemas é não deixar o volume da música alto, porém existe outro detalhe que faz toda a diferença para ter um som que não prejudique a saúde. 

Procurar por um especialista que possa indicar um equipamento de qualidade, vai evitar que você seja exposto a ruídos desagradáveis. Um profissional vai saber te recomendar a melhor opção. 

Se você quer saber mais sobre opções de som para carros, entre em contato com a ClickSound e tire todas as suas dúvidas! 

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar essa importante informação em suas redes sociais.

Comentários
Compartilhe:
error