Como cultivar orquídeas da forma correta

As orquídeas são flores de origem tropical, perfeitas para dar um toque exótico à decoração da sua casa.

Deseja saber como cultivá-las da maneira correta? Seguindo essas dicas simples, você será capaz de saber como cuidar de orquídeas e sempre fazê-las florescer novamente, acompanhe.

Como escolher a orquídea certa

Entre as muitas variedades de orquídeas, existem algumas espécies mais simples de cultivar em casa.

Para cultivar em casa escolha a Phalaenopsis, com hastes longas cheias de flores que permanecem em flor por vários meses, se a planta for colocada no ambiente correto da casa.

Ou também escolha a Dendrobium, que é a orquídea que possui hastes longas e elegantes flores brancas ou lavanda, ou também a Oncidium, a Cambria ou a Miltonia.

O clima certo e a iluminação adequada para a orquídea

Das aproximadamente 20.000 espécies no mundo (pelo menos as conhecidas), podemos facilmente colocar as espécies descritas acima, entre as que preferem temperaturas amenas e quentes, muita luz (nunca direta) e boa umidade no ar.

A posição ideal da orquídea em casa é perto da janela, mas tendo o cuidado de filtrar a luz através de uma cortina.

Será necessário observar a planta para saber se a iluminação está correta, para isso basta observar a cor das folhas que devem ser de um verde intenso.

Em relação à temperatura, mesmo que cada espécie tenha suas necessidades específicas, podemos afirmar de forma generalizada que a temperatura não deve ser inferior a 18° C ou superior a 28° C.

Certifique-se de que há uma boa circulação de ar, mesmo usando vasos específicos para o cultivo da orquídea, que permitem a circulação de ar e nenhum depósito de água.

A rega das orquídeas

As orquídeas devem ser regadas abundantemente no período de primavera e verão, mas entre uma rega e outra, a planta deve ter tempo para “secar” quase completamente a água.

Quando regar?

Alguns truques são usados ​​para entender se é hora de regar a orquídea:

Segure o vaso nas mãos e, se você o sentir leve, é hora de regar, caso contrário, adie a rega por alguns dias;
Observe a cor das raízes, que se estiverem verde prateadas regue e, se estiverem verde escuras, espere alguns dias.

 

O que fazer após regar a orquídea?

É importante lembrar que as plantas são “epífitas”, portanto as raízes gostam de ser molhadas em abundância, mas precisam secar rapidamente.

Na natureza, muitas espécies estão fixadas aos galhos das árvores e banhadas pela chuva e secam, graças ao ar que está em constante movimento.

Para evitar o apodrecimento da planta, o melhor método para regar as orquídeas é mergulhar o vaso em uma tigela por alguns minutos, a borda do vaso deve estar no nível da água, ou, acima, evitando a água no caule, entre as folhas.

Qual hora do dia regar?

Uma boa ideia é regar de manhã para permitir que a planta evapore a água entre as folhas antes do anoitecer, quando as temperaturas mais baixas podem facilmente levar à podridão.

Nos dias quentes de verão ou se colocados em ambientes secos, as folhas devem ser pulverizadas várias vezes ao dia, concentrando-se sobretudo na base inferior das folhas.

Fertilizando as orquídeas

No período de crescimento vegetativo, é necessário fertilizar a planta com um produto específico para orquídeas, na metade da dose recomendada de 15 em 15 dias.

Uma vez por mês, é importante colocar o vaso sob a torneira com água morna e deixar a água correr por 5 minutos para lavar todo o excesso de sais acumulados pelos fertilizantes e não absorvidos pela planta.

Esse procedimento leva pouco tempo, mas é muito apreciado pelas orquídeas, porque o fluxo contínuo do jato cria bolhas de ar que regeneram e revitalizam as suas raízes sensíveis.

Veja também “Como fazer um minhocario, passo a passo

Comentários
Compartilhe:
error