Atividade física para idosos: Tudo o que você precisa saber

A prática regular de atividades físicas está diretamente associada com uma maior qualidade de vida e sensação de bem-estar, o que, por sinal, deve ser uma preocupação de qualquer pessoa.

Desse modo, na terceira idade não é nada diferente. Apesar de existirem alguns exercícios mais recomendados do que outros, a criação desse hábito é altamente recomendada para diminuir possíveis problemas de saúde.

Dito isso, nesse texto explicaremos melhor a respeito dos benefícios da atividade física para idosos, quais são os exercícios mais indicados e algumas dicas gerais para quem esteja começando.

 

Quais os benefícios da atividade física para idosos?

Pois bem, como mencionado anteriormente, a prática de atividades físicas ajuda a diminuir possíveis problemas de saúde, melhorando a qualidade de vida e a sensação de bem-estar.

Para isso, é importante mencionar também que a mesma deve estar associada a uma reeducação alimentar, prezando por hábitos alimentares mais conscientes e saudáveis.

Assim, objetivamente, os principais benefícios aqui encontrados são a diminuição de taxas como o colesterol e a glicose, o maior controle da pressão arterial e do peso e a melhora do ritmo cardíaco.

Com a gradual perda de massa óssea e muscular, aumento da força, flexibilidade, entre outras coisas, estes exercícios auxiliam igualmente no aumento da resistência corporal, que é essencial nessa fase da vida.

Fora isso, há resultados mais subjetivos como a melhora da autoestima, da memória, da percepção, da atenção e até mesmo do convívio social, por exemplo, variando de acordo com cada caso.

Nesse sentido, ressaltamos que a introdução de atividades físicas na rotina de pessoas idosas deve ser feita respeitando as suas necessidades e o seu estilo de vida para evitar colocá-las em risco, proporcionando algum tipo de lesão.

 

 

Quais são as mais indicadas?

Dito isso, cabe lembrar que existem atividades físicas cujo risco é mais elevado devido aos impactos que gera para o corpo. Pensando nisso, selecionamos algumas que são mais recomendadas:

 

  • Caminhada:

Caminhar é um exercício relativamente simples que traz inúmeros benefícios para o corpo. Especialistas recomendam a realização dessa prática ao menos 3 vezes por semana para garantir melhores resultados.

Assim, a mesma é uma atividade aeróbica que apresenta baixo risco e pode ser facilmente realizada, ajudando a melhorar a respiração e a resistência de seus praticantes.

 

  • Hidroginástica:

Por ser realizada na água, ela acaba oferecendo menos riscos de lesões, pois diminui os efeitos da gravidade, sendo, de fato, ideal para este grupo em específico.

Por sua vez, os benefícios vão desde a melhora da coordenação motora até o fortalecimento do sistema cardiovascular, sendo recomendada para quem sofre de problemas como artrose e osteoporose.

 

  • Natação:

Nesse sentido, com base nos mesmos motivos que a opção anterior, a natação também é uma prática muito popular e traz diversos benefícios para o corpo.

Entre eles, destacamos a capacidade de queimar calorias, ajudando também no processo de emagrecimento, e a contribuição para a frequência cardíaca, por exemplo.

 

  • Pilates:

Por fim, o pilates: trata-se aqui, portanto, de uma atividade física que promove o alinhamento e enrijecimento muscular através da realização de exercícios específicos, diminuindo a pressão nas articulações.

Ele serve, ainda, para reduzir os riscos de doenças como diabetes, hipertensão e obesidade.

Veja também Como Ganhar Massa Muscular Magra

 

Dicas gerais

Dessa forma, fica evidente que as possibilidades e os benefícios aqui são muitos, de modo que pertencer a essa faixa etária não deve ser um motivo para você não praticar exercícios, salvo as devidas exceções.

Dito isso, a recomendação geral é procurar o seu médico ou outro profissional da saúde, pois ele saberá reconhecer melhor as suas necessidades e indicar qual prática se adéqua melhor a elas e te trará melhores resultados.

Confira os melhores tênis para crossfit

 

Se você gostou desse conteúdo não deixe de conferir também nossas outras publicações!

idoso-exercicio
Comentários
Compartilhe: