Ortorexia – Sabe o que é? (Sintomas, Sinais de alerta e Efeitos colaterais)

A ortorexia é o termo para uma condição que inclui sintomas de comportamento obsessivo em busca de uma dieta saudável. As pessoas que sofrem de ortorexia geralmente apresentam sinais e sintomas de transtornos de ansiedade que frequentemente são observados em pessoas com anorexia nervosa ou outros distúrbios alimentares.

Uma pessoa com ortorexia ficará obcecada com a definição e manutenção da dieta perfeita, em vez de um peso ideal. Seu foco será comer alimentos que dão a ela um sentimento de ser saudável e pura.

Um ortoréxico pode evitar numerosos alimentos, incluindo aqueles que contém:

  • Colorantes ou conservantes artificiais;
  • Pesticidas ou modificações genéticas;
  • Gordura, açúcar ou sal;
  • Produtos de origem animal;
  • Outros ingredientes e/ou alimentos considerados não saudáveis.

 

A Dieta Alcalina privilegia o consumo de alimentos saudáveis e alcalinos, contudo e tal como eu explico neste artigo as pessoas que iniciam a dieta alcalina não devem almejar a perfeição, nem devem diminuir as quantidades de comida ingerida.

Além disso, e ao contrário do que já vi sendo escrito e falado na mídia, a dieta alcalina não proíbe nenhum tipo de alimento. Se você desejar saber mais Sobre a Dieta Alcalina pode visitar o blog AQUI.

 

Sintomas da Ortorexia

Os principais sintomas da ortorexia são:

  • Recusa em comer alimentos industrializados;
  • Foco excessivo em seguir uma dieta saudável;
  • Preocupação com a origem e preparo dos alimentos;
  • Afastamento do convívio social;
  • Evitar refeições fora de casa;
  • Exclusão de alguns tipos de alimentos da dieta: carnes, açúcares e gorduras;
  • Sensação de culpa e tristeza ao consumir algum alimento fora da dieta;
  • Preocupação com as informações nutricionais do alimento.

 

Sinais de Ortorexia

  • Preocupação obsessiva sobre a relação entre escolhas alimentares e problemas de saúde, tais como asma, problemas digestivos, baixo humor, ansiedade ou alergias;
  • Evitar determinados alimentos por causa de alergias alimentares, sem conselho médico;
  • Aumento significativo no consumo de suplementos, ervas medicinais ou probióticos;
  • Redução drástica de escolhas alimentares aceitáveis, de modo que a pessoa poderá passar a consumir menos de 10 alimentos;
  • Preocupação irracional com as técnicas de preparação de alimentos, especialmente lavagem de alimentos ou esterilização de utensílios.

Semelhante a uma pessoa que sofre de bulimia ou anorexia, a pessoa que sofre de ortorexia pode notar que suas obsessões alimentares começam a prejudicar as atividades cotidianas.

As suas regras e crenças rígidas sobre os alimentos podem resultar em ansiedade ou ataques de pânico e levar a pessoa a isolar-se socialmente.

O agravamento dos sintomas emocionais pode indicar que a doença pode estar a progredir para um transtorno alimentar grave:

  • Sentimentos de culpa quando se desviam das rigorosas diretrizes de dieta;
  • Aumento da quantidade de tempo gasto pensando em comida;
  • Planejamento antecipado regular e obsessivo das refeições para o dia seguinte;
  • Sentimentos de satisfação, estima ou realização espiritual por estar a comer “saudável”;
  • Pensamentos críticos sobre outros que não aderem a dietas rigorosas;
  • Medo de que comer fora de casa tornará impossível cumprir com a dieta;
  • Distanciamento de amigos ou familiares que não compartilham opiniões semelhantes sobre os alimentos;
  • Não comer alimentos comprados ou preparados por outros;
  • Agravamento da depressão, mudanças de humor ou ansiedade.

 

Efeitos colaterais da Ortorexia

Os efeitos da ortorexia são sérios podendo tornar-se crônicos. A obsessão com alimentos saudáveis pode chegar no ponto em que gera total desinteresse por outras atividades cotidianas, prejudicando as relações e até se tornando fisicamente perigosa.

Quando isso acontece, a ortorexia assume as dimensões de um verdadeiro distúrbio alimentar, como a anorexia ou a bulimia. Um efeito desta obsessão em comer somente os alimentos certos é que pode dar a uma pessoa com ortorexia um sentimento de superioridade relativamente aos outros.

Isso pode prejudicar os relacionamentos com a família e amigos, uma vez que os relacionamentos tornam-se menos importantes do que manter os padrões alimentares.
Manter uma obsessão com alimentos saudáveis pode causar uma restrição de calorias simplesmente porque a comida disponível não é considerada boa o suficiente.

A pessoa com ortorexia pode perder peso demais ficando com um índice de massa corporal semelhante ao de alguém com anorexia (ou seja, menos de 18,5).

Se as restrições dietéticas forem muito graves, a pessoa pode ficar desnutrida. Em casos raros, particularmente no caso de mulheres com outros distúrbios não tratados ou outros vícios, a ortorexia pode resultar em desnutrição grave e perda de peso, podendo causar complicações cardíacas ou mesmo a morte.

 

Tratamento da Ortorexia

Atualmente, não existem tratamentos clínicos desenvolvidos especificamente para a ortorexia, mas muitos especialistas em transtornos alimentares tratam a ortorexia como se fosse uma variedade de anorexia e / ou transtorno obsessivo-compulsivo.

Assim, o tratamento geralmente envolve psicoterapia para aumentar a variedade de alimentos consumidos e a exposição a alimentos temidos ou provocadores de ansiedade, bem como a restauração do peso ideal.

As pessoas com ortorexia devem entender que a dieta saudável é uma aliada da saúde.

Porém, o excesso da preocupação com os alimentos e a exclusão de alguns nutrientes da alimentação pode ser prejudicial e trazer sérias consequências para a saúde.

 

Ortorexia e Vigorexia
A ortorexia e a vigorexia são dois tipos de transtornos alimentares diferentes – enquanto na ortorexia existe uma preocupação excessiva com a alimentação, na vigorexia a obsessão é em ter um corpo esbelto e musculoso.

A pessoa com vigorexia possui uma visão deformada da sua aparência, e em consequência disso, adota uma rotina de intensos exercícios físicos e uma dieta rica em proteínas.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − dois =