Faloculturismo – Descubra Tudo Sobre Isso!

Faloculturismo: Você sabe o que é?

O Faloculturismo nada mais é do que o culto ao próprio pênis e/ou falo, visando sempre o aumento e melhora da performance do mesmo.

Existem diversas maneiras de se fazer isso, funcionando ou não, e abaixo irei listar os métodos mais conhecidos e logo abaixo desmistificar cada um deles para que você não caia em nenhuma armadilha.

  • Jelq
  • Pílulas
  • Bomba peniana
  • Cirurgia peniana

 

O Faloculturismo no aumento peniano

Quando feito com o método correto e da maneira correta, os resultados são certos.

O que causa a desistência da maioria dos praticantes é o tempo em que os resultados aparecem, pois isso varia, e além de fazer da maneira correta é preciso ter disciplina e respeitar o tempo de cada organismo, pois os resultados variam de pessoa para pessoa, tanto no resultado final quanto no tempo em que irá demorar para ocorrer.

 

Mitos e verdades

Jelq: O único método que realmente funciona, além de ser 100% seguro, com resultados reais e permanentes.

De todos os métodos que eu mesmo fiz, foi o único que me proporcionou um aumento de 7 cm em menos de 12 meses. Caso queira saber o método que usei, clique aqui.

 

 

Pílulas: Eu mesmo já fiz uso do Vimax e do SizeGain Plus, e desperdicei 1 ano da minha vida com isso, pois o tratamento durava 6 meses em cada produto, e não obtive nenhum resultado com estes produtos.

O que se encontra na internet são relatos falsos, de clientes, fotos e médicos falsos falando bem dessas pílulas, que inclusive possuem na sua composição ingredientes que existem na cozinha de praticamente qualquer pessoa, pura enganação.

Bomba Peniana: Não é ruim em níveis de resultados, apesar de não serem permanentes, mas é totalmente perigoso para leigos, pois usá-la de forma incorreta pode causar desde rompimento dos vasos sanguíneos do pênis, até mesmo hemorragia. Seu custo benefício para a saúde não é interessante.

Cirurgia Peniana: É o método mais perigoso e invasivo. Certamente terá aumento do pênis, mas os riscos pós-cirúrgicos são inúmeros, dentre eles a possibilidade de perda parcial dos ganhos obtidos, risco de perder a sensibilidade da glande, cicatrizes e o risco de até mesmo ter o pênis deformado.

Não preciso nem comentar que toda cirurgia possui risco de dar errado, não é?

 

Conclusão
Cabe a você decidir o melhor método para aumentar seu membro, mas caso queira saber mais sobre o método indicado logo acima, que usei (e uso atualmente) e indico de olhos fechados, clique aqui e saiba mais detalhes.

 

Comentários